Empresários querem mais investimentos em setores de consumo em 2014

Adriana Aguilar      15/02/2014

Pesquisa divulgada pela consultoria Deloitte, chamada “Panorama Empresarial”, mostra que o empresariado nacional, em 2014, prefere avançar em decisões de investimentos ligados a produtividade, receita, atuação geográfica e melhor posicionamento de mercado. Setores ligados à cadeia do consumo manifestam maior intenção de investimentos nos três principais campos para 2014. O período de coleta de dados para a pesquisa foi concluído em outubro de 2013.

A intenção de investimentos para o ano de 2014, conforme a opinião de 509 líderes empresariais, aponta um reforço às estratégias de competitividade das organizações.
Segundo os entrevistados, os principais campos que devem ser foco de investimentos são treinamento para capital humano (67% dos entrevistados), lançamento de produtos e serviços (55%), ações de marketing e comunicação (51%) e novas tecnologias (51%). Respectivamente, os investimentos nestes campos devem ser 11%, 13%, 14% e 13% maiores em relação ao praticado ao longo de 2013.

Segundo a pesquisa, os setores que mais se destacam na intenção de realizar investimentos são o de veículos e autopeças, comércio e têxtil e calçados. Para José Paulo Rocha, sócio-líder da área de Financial Advisory da Deloitte, os setores que se destacam estão atrelados à cadeia do consumo interno, base do crescimento do País nos últimos anos.

O levantamento contou com 509 respondentes, sendo 57% das empresas sediadas em São Paulo; 15% na região Sudeste (sem São Paulo); 19% na região Sul, 6% da região Nordeste e 3% das regiões Norte e Centro-Oeste. No total, 15% delas possuem receita de mais de R$ 1 bilhão de reais; outros 15%, entre R$ 300 milhões a R$ 1 bilhão; 29% contam com receita entre R$ 50 milhões a R$ 300 milhões e 41% têm receitas menores que R$ 50 milhões.

Saiba mais:

13º salário é usado para o pagamento de dívidas

Aumentam os juros das linhas de crédito para pessoa física

Consumidor ignora taxa e imposto ao usar cartão de crédito

 

Envie por e-mail

 

Deixe um comentário