Empresas brasileiras ficam 25% mais baratas

Adriana Aguilar      19/09/2013

As empresas de capital aberto, com ações negociadas na bolsa brasileira, apresentaram queda de 25,1% do valor de mercado no período de dezembro de 2009 até o final do primeiro semestre de 2013.

O valor de mercado de uma empresa é resultado da multiplicação da cotação de final de ano de suas ações na bolsa de valores pelo número total de ações que compõem o capital da companhia, devidamente separadas por tipo de ação (ordinária e preferencial).

O estudo, elaborado pelo Instituto Assaf, considerou as cotações das ações em dólar. Diante da queda de valor das ações das companhias, a relação entre o patrimônio líquido de mercado e o valor contábil das empresas (apurado pelas normas contábeis brasileiras), que era de 3,3 vezes em 2009, caiu pouco mais de 1/3, chegando a 1,0 em dezembro de 2012.

Segundo o Instituto Assaf, a queda nos preços das ações na bolsa brasileira ocorre devido às incertezas dos mercados mundiais e de suas respectivas bolsas e também em função das incertezas do cenário econômico do Brasil.

Outros textos:

Bolsa brasileira depende da evolução das pequenas e médias empresas

Ritmo de novos investidores de ações segue modesto há três anos

Fique atento aos riscos dos fundos imobiliários

Fundos imobiliários chegam ao varejo dos bancos

Fundos imobiliários e títulos de inflação são destaques em 2012

Está mais do que na hora de aprender a investir

Vantagens do fundo imobiliário como investimento

 

Envie por e-mail

 

Deixe um comentário