Loterias estimulam a poupança mensal?

Adriana Aguilar      02/03/2012

Você não consegue guardar dinheiro, mas adora jogar na loteria. Em 2011, a Caixa arrecadou R$ 9,73 bilhões em apostas. Esse número é o maior resultado já obtido pelas Loterias e representa um crescimento de 10,5% em relação ao ano anterior. A justificativa é simples. A loteria é barata. Apenas R$ 2,00 por jogo na mega sena em troca do sonho de ficar rico.

A edição especial de fim de ano da mega sena registrou o recorde de vendas para um único concurso, totalizando R$ 549,3 milhões em 2011, além da maior emissão de bilhetes em um só concurso (88 milhões). Em relação à mesma edição especial da mega sena em 2010, a arrecadação da edição de 2011 teve um incremento de 26%.

Uma pesquisa com 1 mil adultos americanos, feita pela Opinion Research Corporation, nos Estados Unidos, constatou que uma pessoa em cada cinco disse que sua melhor chance de acumular ao menos US$ 200 mil era pela loteria. Entre os que ganhavam menos de US$ 25 mil por ano, quase 40% mencionaram a loteria. No Brasil, não tenho conhecimento de alguma pesquisa parecida. Caso haja, por favor, encaminhe para nosso e-mail.

Como investimento, a loteria não oferece retorno algum. E tem de ter muita sorte para ganhar. Se você jogar seis números na mega sena, a probabilidade de cravar os seis números é de 1 para 50.063.860 pessoas. Saiba que se você fizesse depósitos mensais de R$ 100,00, por 57 anos, em alguma aplicação com rentabilidade líquida de 0,6% ao mês (muito próximo à da caderneta de poupança), você alcançaria a cifra de R$ 1 milhão em 57 anos. Há pessoas que há décadas apostam R$ 10,00 ou até mais, toda semana, em jogos lotéricos. Não recebem rendimento e, dificilmente, ficarão ricas.

O fato é o seguinte: brasileiros têm um baixo índice de poupança e adoram jogar na loteria. Então, nada melhor de incentivar depósito mensal na caderneta de poupança com sorteios.

Vou usar como exemplo um case de sucesso. Em novembro de 2011, a poupança da Caixa iniciou a campanha de premiação “Se essa casa fosse minha”, que sorteia uma casa no valor de R$ 200 mil por mês. No primeiro mês da campanha, mais de 4 milhões de pessoas concorreram ao sorteio da casa, que saiu para uma poupadora do Pará.

A promoção “Se essa casa fosse minha”, que sorteia mensalmente 100 ipods e 1 casa no valor de R$ 200 mil, continuará até abril de 2012. Talvez, até seja prorrogada. Apenas concorrem aos sorteios o cliente que apresentar captação líquida, diferença entre os depósitos e os saques realizados, igual ou superior a R$ 200,00 no período de apuração. Os R$ 200,00 têm de permanecer na conta poupança. Há mais de cinco anos, a Caixa não realizava sorteios para os depósitos feitos na poupança.

No momento, a Caixa é a única instituição a realizar sorteio (de uma casa!) entre os depositantes da poupança. E os sorteios têm contribuído na atração de mais poupadores. Em 2011, a Caixa se destacou na captação líquida de recursos para poupança se comparada aos demais bancos. Muitas instituições financeiras tiveram mais saques do que depósitos na caderneta de poupança. Na contramão, a Caixa encerrou o ano de 2011 com R$ 11,3 bilhões de captação líquida, alcançando 35% de participação na reserva total da caderneta de poupança no País. Houve a abertura de 4,38 milhões de novas contas, além da marca de 43,3 milhões de contas ativas. A Caixa ainda comemorou, em janeiro de 2012, a marca de R$ 150 bilhões de saldo de depósitos na caderneta de poupança.

Por que não usar esse apetite do ser humano por sorteios e jogos em mais produtos de investimento para o longo prazo? Claro, ressaltando sempre a importância da poupança de longo prazo.

Até os fundos de investimentos poderiam brincar com a parte lúdica das pessoas, usando os sorteios de prêmios. Considerando sempre o produto adequado ao perfil do investidor, haveria algum problema em incentivar o depósito com sorteios?

Sabemos que as loterias do Governo são grandes alavancadoras de dinheiro. Em 2011, as loterias da Caixa Econômica Federal, que é um banco vinculado ao Governo, arrecadaram R$ 9,73 bilhões em apostas. O número é o maior resultado já obtido pelas Loterias e representa um crescimento de 10,5% em relação ao ano anterior. Ao longo de 2012, as apostas ainda poderão ser feitas pelo site do banco e o bolão será regulamentado.

Parte do dinheiro arrecadado com as Loterias vai para repasses sociais. Entre os principais beneficiários, que recebem recursos das loterias no Brasil, estão a seguridade social, os comitês Olímpico (COB) e Paraolímpico (CPB), o Fundo Nacional da Cultura e o Fundo Penitenciário, além do Ministério do Esporte e do programa de Financiamento ao Estudante do Ensino Superior (FIES).

Ainda que o Governo incentivasse a poupança ou o fundo premiado em instituições privadas, ele não perderia. Não seria uma concorrência para as Loterias e sim um estímulo para a poupança de longo prazo no segmento de baixa e média renda. O País ganharia com o aumento de sua poupança interna.

Saiba mais:

Pesquise a melhor aplicação para o seu dinheiro

Chocolate tem o maior imposto entre os alimentos

Jogo Goumi leva educação financeira às escolas

Bancos públicos oferecem microcrédito para trazer empreendedores ao sistema formal de crédito

Bancos enviam agentes às comunidades

Quanto custa educar o filho?

10 sinais dos consumidores compulsivos

5 armadilhas mentais que devem ser evitadas durante a renegociação da dívida

Classes A e B evitam exposição das dívidas acumuladas em acordos coletivos

Superendividados contam com assistência jurídica gratuita para redução das dívidas

De onde virá o dinheiro para a aposentadoria?

Quando comprar ou alugar…

 

Envie por e-mail

 

Deixe um comentário